PARCERIA M.STORTTI E GOVERNO DO PANAMÁ

A M.Stortti fechou, em abril de 2018, um acordo com o Governo do Panamá para promover, na região sul do Brasil, as zonas francas Panamenhas, em especial a existente junto ao Porto do País. O objetivo é desenvolver clusters de empresas brasileiras na Zona Franca do País para produção e venda de produtos para o mercado centro americano e americano. Um dos setores de interesse é o setor de maquinas agrícolas, onde o Rio Grande do Sul concentra 70% da produção brasileira.

O acordo foi fechado junto ao Governo Panamenho através do Ministério de Comércio e Indústrias, na pessoa do Viceministro do Comércio Exterior, Sr. Néstor Gonzáles.

imagem 2

IMERSÃO PORTUGAL

Na sede da M.Stortti em Porto Alegre ocorrerá o Seminário: IMERSÃO PORTUGAL – Aspectos Práticos. O Evento é promovido pelo Palestra Brasil.com em conjunto com o Escritório Rossoni Advocacia de Portugal com apoio da M.Stortti Negócios e Resultados.

Os palestrantes serão o Dr. Mauro Rossoni Advogado no Brasil e em Portugal  e Neyle Rossoni Empresária e Analista Financeira. Os principais temas tratados versarão sobre a obtenção de vistos de residências, para trabalho, pequenos empreendimentos a maiores investimentos e seus aspectos; Empreendedorismo e Inovação Tecnológica e Comércio Exterior.

O evento terá duas opções de datas e horários: dia 19/07 às 18hs  ou dia 20/07 às 13:30h.

O valor e inscrição pelo site: www.rossoni.pt , na aba eventos.

Contato e dúvidas através do (51) 3330 7776 ou pelo e-mail: secretaria@mstortti.com.br.

Imersão_Portugal

 

 

M.Stortti atuou ou atua em projetos ligados a 7 dos 20 municípios mais desenvolvidos do Estado, conforme IFDM 2018

No mês de julho de 2018 foi divulgado o índice FIRJAN de desenvolvimento municipal (IFDM), relativo ao ano de 2018, com base de dados de 2016.

O IFDM é um estudo do Sistema FIRJAN que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de cinco mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego & renda, Educação e Saúde. Criado em 2008, ele é feito, exclusivamente, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.

Sua metodologia possibilita determinar, com precisão, se a melhora relativa ocorrida em determinado município decorre da adoção de políticas específicas ou se o resultado obtido é apenas reflexo da queda dos demais municípios.

Desde 2014, a metodologia do IFDM foi aprimorada para captar os novos desafios do desenvolvimento brasileiro para esta nova década. O principal incremento foi situar o Brasil no mundo. A nova metodologia buscou padrões de desenvolvimento encontrados em países mais avançados, utilizando-os como referência para os indicadores municipais. Outro ponto importante foi a atualização de metas e parâmetros nacionais.

O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada localidade em quatro categorias: Baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4 a 0,6), moderado (de 0,6 a 0,8) e alto (0,8 a 1) desenvolvimento. Ou seja, quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade.

Indice IFDM

No Rio Grande do Sul, nessa edição, o IFDM analisou o desenvolvimento socioeconômico de 490 municípios. Dentre eles, 404 (82,4%) apresentaram desenvolvimento moderado e 81 (16,5%) alto desenvolvimento. Dessa forma, 99,0% estado conquistou pontuações acima de 0,6 pontos no IFDM, percentual excedido apenas por São Paulo (99,4%) e superior ao panorama nacional (76,2%). Apenas cinco cidades gaúchas (1,0%) exibiram desenvolvimento regular e nenhuma apresentou baixo desenvolvimento em 2016. O bom desempenho dos municípios gaúchos também é refletido por sua grande participação no topo do ranking nacional do IFDM: 92 cidades ocupam uma posição entre os 500 maiores IFDMs do país, dos quais 18 estão entre os 100 melhores – novamente, nesse recorte o Rio Grande do Sul é superado apenas por São Paulo.

Nesse contexto, considerando os projetos desenvolvidos pela M.Stortti dentro do panorama estadual, o Grupo é responsável por ter tido ou estar realizando projetos junto a 7 dos 20 municípios melhores ranqueados no índice:  Lajeado, Bento Gonçalves, Gramado, Santa Cruz do Sul, Farroupilha, Frederico Westphalen e Teutônia

Abaixo se pode visualizar o Índice Geral dos 20 primeiros municípios no Estado , assim como sua colocação em nível estadual e federal e o índice relativo a cada indicador em separado: emprego e renda, educação e  saúde.

tabela firjanFonte: FIRJAN 2018

Link com os dados completos: http://www.firjan.com.br/ifdm/consulta-ao-indice/

 

 

CLIC RBS: Empresa do RS passa a vender “etiquetas inteligentes” dos EUA

Hoje (05/07), no site do Clic RBS, Blog da Jornalista Giane Guerra foi divulgada reportagem entre a parceria da M.Stortti Tecnologias e a empresa RFIDTechnologies, tratando sobre o produto RFID e o oferecimento da tecnologia para empresas de pequeno e médio porte dos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Segue, abaixo, reportagem na íntegra:

Notícia-RFIDPara acessar o link da notícia, acesse:

https://gauchazh.clicrbs.com.br/colunistas/giane-guerra/noticia/2018/07/empresa-do-rs-pasa-a-vender-etiquetas-inteligentes-dos-eua-cjj8kgk2j0mgy01qo2nj5w8oq.html

Para informações sobre a tecnologia RFID entre em contato através do e-mail: tecnologias@mstortti.com.br ou pelo telefone (51) 3330 7776