NOTÍCIA: PARQUE ASSIS BRASIL

Edegar Pretto sugere mais espaço para agricultura familiar no Parque de Exposições Assis Brasil

O deputado Edegar Pretto (PT) sugeriu que haja mais espaço para a agricultura familiar no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. A proposta foi apresentada durante audiência pública da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa, ocorrida nesta segunda-feira, 12, onde o secretário estadual da Agricultura , Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, apresentou o projeto do Plano de Negócios de Revitalização e Novos Empreendimentos do Parque Assis Brasil. O objetivo do projeto é a utilização do parque durante o ano inteiro.

O deputado Edegar Pretto frisou a importância de valorizar a agricultura familiar, um setor responsável por produzir 70% dos alimentos que chegam até a mesa dos consumidores. “É importante que a agricultura familiar tenha mais espaço e destaque na Expointer. O pavilhão da agricultura familiar é o local mais visitado durante a Feira e representa a pujança da economia e das agroindústrias familiares, principalmente a partir da regulamentação do Sistema Unificado de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte, o SUSAF-RS, que abre novas oportunidades para o mercado e geração de renda para o setor”, avaliou Edegar Pretto, líder da bancada do PT e autor do SUSAF-RS.

O principal argumento do projeto, é que a revitalização contribuirá para aumentar o fluxo de pessoas na região. A ideia do Governo do Estado é buscar financiamento através de Parceria Público-Privada (PPP). A estimativa é que o projeto custe R$ 400 milhões. A previsão é que a remodelação levará de seis a oito anos. O projeto prevê a construção de um hotel, restaurantes, concha acústica, centro de eventos e núcleos de tecnologia, comércio, ensino e lazer.

Além do secretário Mainardi e deputados, participaram da audiência pública o diretor do parque Assis Brasil, Telmo Mota Jr., e representantes de entidades ligadas ao setor agropecuário.

Autor: Leandro Molina | Extraído de: Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul – 12 de Novembro de 2012

http://al-rs.jusbrasil.com.br/noticias/100179720/edegar-pretto-sugere-mais-espaco-para-agricultura-familiar-no-parque-de-exposicoes-assis-brasil

NOTÍCIA: CAIS MAUÁ

Zero Hora 15/11/12

Cais Mauá livre um ano após entrega

Mesmo ainda sem atividade no local, o consórcio brasileiro-espanhol paga R$ 300 mil por ano à SPH

Em 23 de novembro de 2011, o governo do Estado efetuou a cerimônia de entrega do Cais Mauá à iniciativa privada para que começasse a revitalização da área, em Porto Alegre. Passado um ano do evento, somente na semana que vem todos os espaços estarão definitivamente liberados para o consórcio brasileiro-espanhol transformá-los em um empreendimento comercial e de lazer.

Continuar lendo

Secretário da Agricultura esclarece investimentos no parque Assis Brasil em audiência pública

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Foi apresentado, na tarde desta segunda-feira (12), o projeto de reestruturação do parque de exposições Assis Brasil, em Esteio, à Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo durante audiência pública, requerida pelo presidente da CAPC, deputado Ernani Polo (PP).

O secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, destacou a importância do parque para o setor agropecuário: “O parque Assis Brasil é extraordinário, tanto é que abriga a maior feira da América Latina, atendendo interesses tanto do setor público quanto do privado, portanto é preciso que o espaço seja bem aproveitado”.

Mainardi informou que a conclusão da obra está estimada em 8 anos e o principal objetivo é otimizar a estrutura, abrigando eventos e espetáculos de gastronomia e feiras ligadas ao setor primário. O secretário estima R$ 400 milhões em investimentos públicos e privados. “Um plano urbanístico foi desenvolvido tendo a Farsul, o Simers e a ABCC como entidades base, precisamos transformar o parque em um palco de exposições permanente”, frisou.

O diretor presidente da M. Stortti Consultoria, Maurênio Stortti, detalhou o projeto de reestruturação e justificou as mudanças lembrando da importância da feira para a economia do Rio Grande do Sul. “A Expointer é uma feira tradicional que começou com a pecuária, evoluiu com as máquinas agrícolas e hoje está fortemente relacionada ao Cavalo Crioulo . Ela é uma marca forte do agronegócio, com alma própria, história e raízes”, destacou.

Maurênio chamou a atenção também para o investimento que será feito em novas tecnologias voltadas à produção rural e principalmente o incentivo à educação, “capacitando jovens para exercerem liderança em agronegócios através do ensino técnico, preencher lacuna de falta de mão de obra no campo com programas de capacitação específicos são fundamentais para o crescimento do setor”, lembrou.

Stortti revelou ainda que há a necessidade de facilitar o acesso via Trensurb e verificar mais alternativas de acesso, bem como utilizar o ativo da marca forte Expointer, atraindo atividades de lazer e culturais durante o ano.

O deputado Ernani frisou a importância do debate por permitir aos usuários do parque que tomem consciência das mudanças e infraestrutura do local que utilizam. “Nosso objetivo é esclarecer o que será feito, para que possamos contribuir com a reformulação de um local símbolo da agropecuária gaúcha”,

Participaram da audiência pública os deputados Altemir Tortelli (PT), Edegar Pretto (PT), Mano Changes (PP), Frederico Antunes (PP), Aloísio Classmann (PTB), Lucas Redecker (PSDB), o diretor do parque Assis Brasil, Telmo Mota Jr., além de representantes de entidades ligadas ao setor.

© Agência de Notícias As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Fonte: Assembleia Legislativa
Texo: Alexandre Farina – MTE 8947 | PP – 18:03-12/11/2012 – Foto: Marcos Eifler