Parque Assis Brasil: maior pólo brasileiro de negócios e eventos culturais e esportivos ligados ao agronegócio


Projeto de remodelagem apresentado pelo Governo do Estado no lançamento da 35ª Expointer reunirá ensino, tecnologia, comércio, lazer, serviços e eventos ao setor

O Parque de Exposições Assis Brasil será remodelado para atrair turistas, concentrar lazer público e fomentar o fluxo de pessoas e negócios o ano todo. Alterações na arquitetura, obras, realocação de espaços são algumas das ações que incluem o Plano de Negócios apresentado no evento de abertura da 35ª Expointer, no domingo (26), pelo Governador do Estado, Tarso Genro.

Os estudos foram organizados pelo grupo M.Stortti prevendo Parcerias Público-Privada (PPPs) para qualificar financeiramente uma diversidade de eventos agropecuários, além da tradicional feira Expointer. Para tanto, líderes do setor participaram das pesquisas, incluindo as três entidades – Farsul (Federação da Agricultura), Simers (Sindicato da Indústria e Máquinas e Implementos Agrícolas) e ABCCC (Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos) – que contratam o projeto idealizado em conjunto com o governo estadual.

Infraestrutura

O vídeo e a maquete que ilustraram a apresentação revelam uma otimização no uso da área lateral do parque. Com 141 hectares, o Assis Brasil utiliza hoje pouco mais de um terço do espaço físico que possui.

Visando potencializar a lucratividade do parque em períodos que ultrapassam a Expointer, a gestão será no formato público-privado com foco na área de eventos e fomento de negócios agropecuários. Para tanto, serão incorporados novos prédios e revitalizados os antigos. Os estacionamentos e as ruas internas ganharão melhorias que incluem o escoamento das águas, a energia elétrica e a estrutura sanitária. Tudo, reorganizado em setores para facilitar a logística do visitante e agregar valor da união entre Governo, entidades, empresas, produtores e criadores.


Acessibilidade

A implantação da BR-448 impulsionará o desenvolvimento da porção Oeste de Esteio, promovendo o fluxo de uma via importante de acesso ao parque, a Av. Celina Kroeff. Parque Sinos, Sede Abrasinos, Restauração do Arroio Sapucaia, Loteamento Bolognesi e Parque Industrial são empreendimentos previstos para valorizar o entorno do Assis Brasil, que cresce. Na visão do crescimento, a logística está contemplada na remodelagem já com vistas ao Rio dos Sinos e a nova BR 448. Os modais já existentes e o acesso pelo Trensurb serão qualificados.

Localizado na área de expansão de Esteio, o Parque Assis Brasil é a interface da cidade consolidada e da cidade nova. Traduz uma área com grande potencial de atratividade de pessoas para lazer e eventos.

Plano urbanístico

As premissas do projeto desenhado pela M.Stortti envolvem o desenvolvimento do plano urbanístico do Parque Assis Brasil, que vai reordenar os fluxos de público e animais dentro do parque por meio de um zoneamento das áreas. Diretrizes construtivas, acessibilidade, independência entre as diferentes atividades do agronegócio e da agropecuária, melhorando a utilização das áreas remanescentes, serão viabilizadas com a implantação de quatro núcleos que conceituaram todo o empreendimento. São eles: Núcleo de ensino e tecnologia agropecuária, Núcleo de serviços e eventos, Núcleo comercial e de lazer e Núcleo do cavalo.


Núcleo de ensino e tecnologia agropecuária

A remodelagem do parque prevê que empresas e instituições estejam concentradas em um mesmo espaço, a ser chamado de Parque Tecnológico do Agronegócio, que resultará no incentivo do uso da tecnologia para a produção rural.

Ainda no mesmo setor está contemplada a construção de um auditório climatizado que integrará um centro especifico para a educação e tecnologia, com infraestrutura adequada para comportar aulas, workshops, palestras e cursos. Investimentos no ensino serão promovidos visando capacitar os jovens a exercerem liderança em agronegócios. Vislumbra-se preencher a lacuna da falta de mão de obra no campo por meio de programas de capacitação.

Além de cursos técnicos profissionalizantes, o núcleo considera cursos superiores de extensão, laboratórios de genética e inseminação artificial, Observatório de Agricultura da FAO no Rio Grande do Sul e Incubadora Tecnológica Agropecuária.

O objetivo é criar um pólo de excelência no agronegócio, atraindo para o Parque de Exposições Assis Brasil o melhor em inovação e qualidade agropecuária e de alimentos no Rio Grande do Sul.

Núcleo de Serviços e Eventos

O Plano de Negócios do Parque Assis Brasil atende um segundo complexo que reuni os principais departamentos e serviços de agropecuária em uma espécie de “Tudo Fácil do Agronegócio”. Secretarias, ministério, institutos, fundações, federações, agências bancárias e outras do setor estão previstas a incorporar a essa infraestrutura. Com esse núcleo, programas, produtos e serviços que hoje estão espalhados pelo Estado estarão reunidos para favorecer a agilidade na tomada de decisões.

Nesse mesmo núcleo estará o Centro de Convenções modulável, com salas para congressos, reuniões e leilões. Haverá em Centro de Espetáculo destinado a shows, pistas de provas e concursos, alojamento para alunos e hotel.

A intenção é criar o maior pólo brasileiro de negócios e eventos culturais e esportivos ligados ao agronegócio. O Parque Estadual de Exposições Assis Brasil atrairá eventos nacionais e internacionais, com reflexos diretos no desenvolvimento sócio-econômico do entorno.

Núcleo Comercial e de Lazer

Para uma infraestrutura básica e de qualidade que garanta a permanência do público no parque, foram projetos pólos de gastronomia, de serviços diversos como loteria e revisteria, de cultura com um museu, de comércio estabelecido por pequenas lojas, artesanato e agroindústria. E um pólo especial, o kids, será constituído por uma mini-fazenda.

Os insumos da agropecuária serão comercializados pela instalação de bolsas de mercadorias, showroom de fabricantes, seguradoras, agências de comunicação especializadas, escritórios de advocacia, comércio e produtos da agricultura familiar , livraria especializada, empresa imobiliária voltada às áreas rurais, lojas de produtos veterinários, ferramentas e equipamentos.

Núcleo do Cavalo

Negócios, treinamento, desenvolvimento, comércio e lazer envolvendo a criação de equinos serão fomentados com o Núcleo do Cavalo. Em uma única área dentro do Parque Assis Brasil estarão pistas de provas, espaço para leilões, hospedagem de cavalos, comércio de artigos para a prática equestre, sede das principais associações das raças, locais para treinamentos, práticas da equoterapia e palestras.

Hoje, algumas atividades que seriam desse núcleo já funcionam, mas encontram-se dispersas no parque, apresentando problemas de fluxos e necessidade de expansão. A remodelagem, além de atender essas demandas, possibilitará a independência de funcionamento para atividades diversas do segmento.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *