FIERGS apresenta estudo de modelagem econômica ao Pólo Naval


Plano de Desenvolvimento da Indústria Oceânica Gaúcha aponta diretrizes de trabalho

A nove meses da parceria firmada entre Fiergs e Governo do Estado, o presidente da Federação das Indústrias, Heitor José Müller, entregou ao governador Tarso Genro os estudos de modelagem econômica do Pólo Naval do Rio Grande do Sul. Duas vias do documento intitulado Plano de Desenvolvimento da Indústria Oceânica Gaúcha foram apresentadas na tarde desta terça-feira (21) no Palácio Piratini, durante evento que lançou oficialmente o Pólo Naval do Jacuí, comportando jornalistas, entidades de classe representativas, Petrobras e outras empresas que investirão no projeto.

A partir do protocolo de intenções assinado com o Governo do Rio Grande do Sul em dezembro de 2011, a Fiergs trabalha em múltiplas ações de apoio à indústria oceânica. Entre elas, estão os programas de qualificação de mão de obra e a contratação do grupo M.Stortti para as análises e elaboração do Plano de Desenvolvimento, que tem como objetivo oferecer diretrizes básicas a investidores, empresas da construção naval, entidades e municípios envolvidos.
De acordo com Heitor, os estudos de modelagem econômica resultam em um extenso relatório que contextualiza o setor e inclui questões sócio-econômicas para o desenvolvimento da cadeia produtiva. O documento considera, entre outros, retorno a investidores via Parceria Público-Privada – PPPs, entrevistas com órgãos relacionados, mapa hidroviário e dados que compõem a matriz matemática relacionada às condições das áreas disponíveis em cada cidade.
“Esta é a primeira etapa, o inicio do projeto. Continuaremos trabalhando de forma sustentável em beneficio da sociedade gaúcha”, completa Heitor.
Na oportunidade, foram assinados o decreto que institui a localidade do Pólo Naval do Jacuí nas margens do Rio Jacuí e os protocolos de intenções que divulgam os investimentos em novos módulos da Petrobras e recursos da Iesa Óleo e Gás para a construção de plataformas em Charqueadas. Juntas, garantindo mais de 1.200 empregos diretos e cinco mil empregos indiretos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *